Popular Tags:

COMPROMISSOS DOS VEREADORES

31 de outubro de 2014 at 08:38

Vereador não é para agradar a A ou B, vereador é eleito para fiscalizar o executivo, legislar e ficar do lado do povo que o elegeu, não é para trocar o mandato por cargos para apaniguados e ficar ao lado de administração que não disse para que veio, o povo de Baraúna foi ás urnas dia 26 e mostrou que está contra a atual administração municipal, um bloco foi ás ruas e pediu votos para Robinson Faria municipalizando a campanha, a grande perdedora desta eleição em Baraúna foi Luciana Oliveira, agora este bloco vencedor de 26 de outubro, já começa a trabalhar as eleições de 2016, neste bloco não pode ficar aqueles que estão do lado da má administração de Luciana Oliveira, defendemos uma revolução administrativa na cidade de Baraúna, o dinheiro da indústria cimenteira em seus impostos é para investir na saúde, não está sendo investido, na educação não, na segurança desativaram a BIC e os assaltos continuam, vi uma filha do vereador governista, Maninho em estado de choque no hospital de Baraúna por ter sido assaltada a mão armada, a BIC não ia acabar com os assaltos, mas diminuiria 90 %, se LUCIANA tivesse feito o dever de Casa a família do seu vereador não teria passado por esta aflição, mas tem vereador que foi para a ruas combater á administração e agora quando chega na Casa do Povo por interesses meramente pessoais e pontuais fica trocando seu mandato por vantagens e deixa o povo na solidão, vereador se Luciana não tem votos em Baraúna para o seu candidato a governador, você que está do lado dela e contra o povo não vai ter votos acima do peito de um peba em 2016, os vereadores Terto Alves, Flávio Mathias, Divanise e Nenem do Juremal se comprometeram em reunião segunda-feira com o bloco independente e vitorioso de 26 de outubro, que iam solicitar uma CEI para apurar prováveis desmandos na administração municipal, dizem que os vereadores da prefeita não vão aceitar a CEI, que eles derrubem a CEI, o povo irá a sua Casa, exigir empenho dos edis para apurar até sinais exteriores de riquezas daqueles que há poucos meses eram pobres de mavè GP e hoje estão ricos e esnobando dos baraunenses, o Miistério Público está fazendo sua parte e já deu prazo para a administração resolva as pendência do hospital de Baraúna, o doutor Eduardo Medeiros investiga compra de livros e os vereadores não podem ficar parados e não adianta ficar chorando na internet dizendo que estão sendo hostilizados pelo povo, o povo é que está sendo hostilizados pelos veredores que estão apoiando a prefeita e não cumprindo o juramento de posse, tenho dito.

JÓRIO NOGUEIRA FOI ELEITO PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE MOSSORÓ

30 de outubro de 2014 at 22:26

Jório Nogueira foi eleito hoje, presidente da Câmara Municipal de Mossoró, foi assessorado por Diego Dantas, um dos pilares da assessoria do governador eleito Robinson Faria, teve 18 votos dos 21 da Casa e teve o aval do prefeito Francisco José Júnior, foi uma eleição feita na Casa, sem interferência do prefeito, mas com o seu aval, pois, Jório foi fiel ao projeto de Silveira, teve muita paciência e esperou a sua vez, estava calmo e sereno, mas emocionou-se e chorou quando se lembrou do seu pai: Aldenor Nogueira que foi vereador por 4 mandatos e sempre o mais votado na sua época, Aldenor tinha dois sonhos, ver Jório vereador, viu e o outro ver Jório presidente, hoje viu lá do céu, mas tenho certeza que ficou feliz com o seu sonho realizado, Jório é conhecido como bom orador, foi candidato comigo em 1992, não se elegeu, mas foi bem votado, em 1996 foi candidato e foi eleito, teve o apoio além do seu pai, do amigo José Maria Viana, Wilson Cabral que era  assessor parlamentar do deputado Francisco José também votou em Jório, somos amigos desde esta época, mas muitas vêzes discordamos e jamais rompemos nossa amizade, quando tinha programa no rádio Mossoró, Jório sempre me prestigiou com sua presença, Jório é jovem, mas é também um político experiente e tem futuro promissor, tem a confiança de Francisco José Júior e do governador Robinson Faria, é homem de oposição, mas tenho certeza que vai se destacar agora como homem de situação, mas vai valorizar o legislativo e seus pares, cumprirá o regimento da Casa, interessante é que Thomás Neto foi o candidato da oposição, daqueles que se candidataram em 1988, apenas eles dois hoje têm mandatos, Thomás valoriza a oposição, mas precisa ser mais cordato e menos radical, já está na idade, agora o irmão Joá é também um dos pilares da vida pública de Jório, sempre trabalhando nas suas eleições, joá hoje estava emocionado e Jailton que também é seu irmão e pilar, me convidou para adentrar no plenário, fiquei emocionado porque Jório é o presidente mais ligado a minha pessoa e também sou muito ligado a sua família e era amigo de Aldenor Nogueira, tenho dito.

FÁBIO DANTAS VAI CHEFIAR A COMISSÃO DE TRANSIÇÃO

30 de outubro de 2014 at 22:01

Robinson indica vice Fabio Dantas para coordenar a trânsição do novo governo

Equipe de transição deverá ser anunciada na segunda-feira e deve ter Fernando Mineiro e Jean-Paul Prates

56I6I35IU32

Alex Viana

Repórter de Política

O governador eleito do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), anunciará na próxima segunda-feira, provavelmente através de nota pública, a relação dos integrantes da equipe de transição do governo, que deverá ser coordenada, muito provavelmente, pelo vice-governador eleito, Fábio Dantas (PC do B), que já avisou que não será secretário de Estado para poder contribuir com o governo na condição de vice.

Será uma equipe reduzida, formada por quadros do PSD, PT e PC do B, além de membros do grupo responsável pela elaboração do plano de governo. Além de Fábio, a equipe de transição deverá ser integrada pela advogada Tatiana Mendes Cunha, que coordenou o plano de governo de Robinson, e indicados do PT.

Ao todo, a equipe deverá ter dez membros. A transição também será dividida em núcleos. A equipe estuda os meios de divulgação das informações à sociedade, o que poderá ser feito por meio de relatórios semanais, mensais ou quinzenais.

CONSULTAS

Diante do prazo exíguo, Robinson terá, nos próximos dias, que definir a equipe toda. Paralelo às comemorações pela vitória, o momento está sendo de consultas. PSD, PT e PC do B integrarão o núcleo central do trabalho de transição. Por ora, a equipe não está fechada, o que deve ocorrer nos próximos dias e durante o fim de semana. Da parte do PT, principal aliado do futuro governo Robinson, as conversas serão centralizadas na pessoa do presidente estadual da legenda, Eraldo Paiva, bem como na senadora eleita Fátima Bezerra e no deputado estadual reeleito Fernando Mineiro. Internamente, o partido faz consultas para saber da disponibilidade de seus membros.

Nesse contexto, diversos petistas são cotados para participarem da transição. Da equipe que trabalhou no plano de governo destacam-se o coordenador, Geraldo Pinto, e os chefes de núcleos. A atual secretária de Planejamento da Prefeitura de Natal, Virgínia Ferreira, também é cotada. O gerente do IBGE no Rio Grande do Norte, economista Aldemir Freire, igualmente é apontado como provável indicado.

Nomes como Tereza Freire, que atuou no núcleo de Mulheres, e Gabriel e Bruno, pela Juventude, além de Fábio Henrique Lima, da Cultura, também estariam disponíveis. Chagas Fernandes e Junior Souto atuaram no núcleo de Educação.

ROSALBA

A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) ainda não anunciou coordenador e integrantes da sua equipe de transição. Na transição do governo Iberê Ferreira (PSB) para o da governadora, a equipe de Rosalba foi coordenada pelo contador Obery Rodrigues, que veio a se efetivar como secretário de Planejamento e Finanças. As informações de bastidores dão conta de que ainda não há definição, da parte de Rosalba, sobre quem seria indicado para esta equipe

por merecimento jório será presidente da casa do povo em mossoró

30 de outubro de 2014 at 00:37

ELEIÇÃO NA CÂMARA

Hoje terá eleição na Câmara Municipal, esta semana os bastidores do Legislativo fervilhou, reuniões, acordos, acordos desfeitos, refeitos e assim por diante. Finalmente chegaram a um consenso ou pelo menos a maioria bateu o martelo, se não houver qualquer contratempo inesperado, o nome de Jório Nogueira, será proclamado presidente eleito por ampla maioria nesta manhã de quinta-feira, 30 de outubro de 2014, para o biênio 2015/2016. Parabéns, guerreiro!

 

O TRABALHO PACIENTE

E persistente do vereador Jório Nogueira (PSD), o credenciou politicamente para o importante cargo para qual se candidatou, presidente da Câmara Municipal de Mossoró, a segunda cidade do Estado do Rio Grande do Norte, não é pouco, com a sua provável eleição, nós e toda população esperamos dele e seus companheiros da Mesa Diretora para o biênio 2015/2016, uma gestão competente em defesa dos interesses da comunidade mossoroense

fonte coluna de rubens coelho

JÓRIO NOGUEIRA PRESIDENTE DA CASA DO POVO DE MOSSORÓ, PELO VISTO SERÁ CONCENSO

29 de outubro de 2014 at 23:05
Postado em  Hoje – 11:07

Jório Nogueira, com apoio do prefeito Silveira, será eleito presidente da Câmara de Mossoró

Blog do César Santos

A bancada governista reunida com o prefeito Silveira Júnior (PSD) bateu o martelo:

Jório Nogueira será o novo presidente da Câmara Municipal de Mossoró.

As eleições serão realizadas amanhã, conforme ficou acertado. Como a maioria pode convocar o pleito, sem depender da Mesa Diretoria, a bancada governista cumprirá essa missão.

A reunião ocorrida no finalzinho da tarde de terça-feira (28), na residência de Silveira Júnior, com a presença dos 13 vereadores governistas, também definiu chapa completa, ficando da seguinte forma:

Presidente: Jório Nogueira (PSD).

1º Vice-presidente: Alex do Frango (PV)

2º Vice-presidente: Narciso Silva (PTN)

1º Secretário: Genilson Alves (PV)

2º Secretário: José Heronildes, “Heró” (Pros)

3º Secretário: Vingt-um Rosado Neto (PSB)

4º Secretário: Cícera Nogueira (PSB)

Além dos 13 votos dos governistas, a chapa provavelmente receberá o apoio de três vereadores de oposição: Alex Moacir e Izabel Montenegro, ambos do PMDB, e Vingt-un Neto, do PSB.

O trio está prestes a fazer a travessia da oposição para o Palácio da Resistência.

 

CONFIANÇA

Para viabilizar o projeto de presidir o Legislativo mossoroense, Jório Nogueira mostrou habilidade na Casa e no Palácio da Resistência. Conquistou os colegas de bancada e, ao mesmo tempo, transmitiu confiança ao prefeito Silveira.

Além disso, Jório Nogueira foi peça importante no fortalecimento da candidatura do governador eleito Robinson Faria (PSD) em Mossoró. O vereador ofereceu companhia a Robinson quando ninguém queria andar com o então pré-candidato.

Em reconhecimento, o governador eleito pediu a Silveira para ajudar a eleger Jório presidente da Câmara Municipal. O pedido somou-se ao compromisso que o prefeito já tinha com o vereador.

FOTE:JORNAL DE FATO

REFORMA POLÍTICA

29 de outubro de 2014 at 10:13

Política

Comissão da Reforma Política elaborou 11 propostas

Iara Guimarães Altafin | 28/10/2014, 16h05 – ATUALIZADO EM 28/10/2014, 23h51 

A prioridade para a reforma política anunciada no domingo (26) por Dilma Rousseff para seu segundo mandato encontra no Senado um caminho que começou a ser trilhado há quatro anos, quando a presidente iniciava seu primeiro governo e já apontava a necessidade de mudanças nas regras eleitorais.

De fevereiro a maio de 2011, uma Comissão Especial de Reforma Política, formada por 15 senadores, se debruçou sobre temas como sistema eleitoral, financiamento de campanha, voto facultativo, suplência de senador, coligações, reeleição, cláusula de desempenho, datas de posse e candidatura avulsa. O trabalho resultou em onze proposições legislativas, das quais seis ainda tramitam na Casa, duas foram aprovadas e enviadas à Câmara e três rejeitadas.

Duas das propostas que seguem no Senado são a PEC 43/2011, que muda o sistema eleitoral, e a PEC 42/2011, que determina a realização de consulta popular antes da implementação do novo sistema, nos moldes do referendo sugerido pelo presidente da Casa, Renan Calheiros.

A primeira trata de um dos temas mais polêmicos da reforma política: a forma de eleição de deputados federais, vereadores, deputados estaduais e distritais. O sistema proporcional de lista aberta, utilizado hoje nas eleições para esses cargos, é criticado por fazer com que um candidato que receba muitos votos consiga eleger candidatos do mesmo partido ou coligação, mesmo que tenham recebido individualmente um número menor de votos que candidatos de outras legendas.

Propostas para mudar esse sistema dividiram a Comissão da Reforma Política, que terminou por sugerir o sistema proporcional com lista fechada, em que os votos seriam dados ao partido, que antecipadamente apresentaria uma lista com os nomes de seus candidatos por ordem de prioridade.

A PEC 43/2011 foi rejeitada na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), mas recebeu recurso para ser analisada em Plenário. Na ocasião, o relator na CCJ, senador Romero Jucá (PMDB-RR), apresentou voto contra o sistema proporcional com lista fechada e defendeu o voto majoritário por meio do chamado “distritão”, uma variação do voto distrital.

Nesse sistema, os estados seriam convertidos em grandes distritos, com a eleição dos candidatos a deputado mais votados. Modelo semelhante seria adotado na eleição para vereador. A sugestão de Jucá também foi rejeitada na comissão.

Enviada a Plenário, a matéria, que estava sendo analisada em conjunto com a PEC 23/2011, voltou à CCJ por força de requerimento determinando que tramitasse separadamente. A proposta aguarda novo relatório de Jucá.

Referendo

Também voltou à CCJ a PEC 42/2011, que introduz na Constituição a determinação de que alterações no sistema eleitoral só vigorem após aprovação em um processo de referendo. A matéria recebeu aprovação da CCJ e seguiu para Plenário. Mas, como passou a tramitar em conjunto com a PEC 27/2011, precisará de novo exame da comissão. A matéria também está sob a relatoria do senador Romero Jucá.

Financiamento público

Outra proposta da Comissão da Reforma Política é o PLS 268/2011, que determina o financiamento público exclusivo das campanhas eleitorais. O texto estabelece que sejam destinados recursos ao Tribunal Superior Eleitoral em valor correspondente a R$ 7,00 por eleitor inscrito, a serem aplicados exclusivamente por partidos políticos e respectivos candidatos nas campanhas eleitorais.

Esse modelo poderá substituir o sistema atual, que combina financiamento público e privado, que pode ser feito por uma empresa ou uma pessoa. Para os críticos, a possibilidade de grandes doações de empresas às campanhas permite que o poder econômico influencie no resultado de uma eleição, sendo um atrativo para doações ilegais e formação de “Caixa 2”.

Para os defensores do financiamento público, o modelo acabaria com essa influência e permitiria maior equilíbrio entre campanhas de candidatos de partidos grandes e pequenos. O PLS 268/2011 aguarda votação em Plenário

NÃO ACREDITO EM QUEDA DE BRAÇO NA DISPUTA DA PRESIDÊNCIA DA AL

29 de outubro de 2014 at 09:56

O trabalho de Ricardo Motta na presidência da AL, quando deu condições de governabilidade para Rosalba , não beneficiou Rosalba, mas sim, o RN, Robinson vai pegar um estado enxuto e com menor dívida proporcional do Brasil, diferente de Rosalba que pegou uma massa falida herdada de Wilma de Faria, o próprio Robinson disse que não ia arrumar à casa,  ia começar governando, a transição de governo será pacífica, Robinson não vai declarar uma guerra ao presidente da AL, esta queda de braço seria desnecessária, Ricardo é homem de diálogo e Robinson também, ambos sabem que uma queda de braço é prejudicial ao nosso povo e esta queda fican a cabeça de certos jornalistas especuladores que não têm o que escrever e ficando buscado na imaginação fatos que se parecem com a verdade, Robinson não terá problemas de aprovar seus projetos na AL, isto ele sabe, pois, seus projetos irão beneficiar ao povo, quem perdeu que conte, Robinson será o melhor governador do RN e Ricardo Motta será presidente da Casa, tenho dito.

DR. ROMERO MARINHO HOMEM DE DEUS E PROMOTOR DE JUSTIÇA

28 de outubro de 2014 at 22:46

[Candeia da Palavra] ANTES DO PRÓXIMO PASSO, CONSULTE A VONTADE DE DEUS

Para: Candeia da Palavra
Romero Marinho
Romero Marinho 28 de outubro de 2014 06:50
ANTES DO PRÓXIMO PASSO, CONSULTE A VONTADE DE DEUS

Livro de Provérbios

“Lançar sortes resolve contendas e decide questões entre poderosos.” (Provérbios 18:18)

Nos tempos antigos, as pessoas recorriam à pratica de “lançar sortes” para tomar decisões importantes entre duas ou mais pessoas e que fosse do forte interesse de ambos. Assim, no mundo antigo, em vários momentos Deus mandou lançar sortes. Veja um exemplo:“Todavia, a terra se repartirá por sortes; segundo os nomes das tribos de seus pais, a herdarão.” (Números 26.55). Ou seja, Deus indicaria através do “lançar sortes” a Sua vontade. Esse método utilizado antigamente, não tem nada a ver com superstição, feitiçaria, jogos de azar nem nada do gênero, pois o Senhor abomina essas práticas. Tratava-se de um método pelo qual se tomava decisões baseando-se na vontade de Deus em vez de confiar na falha intuição humana, ou na ciência da época ou em quaisquer outros aspectos. “Portanto, não sejam insensatos, mas procurem compreender qual é a vontade do Senhor.” (Efésios 5:17). Devemos recorrer ao Senhor antes de tomar decisões a respeito de todos os assuntos, jamais nos esquecendo que Ele sabe de todas as coisas e que deseja o melhor para nós. Precisamos estar em constante oração e buscando cada vez mais nos aproximar de Deus, conhecer e nos aprofundar na lei do Senhor e seremos muito mais felizes em nossas escolhas. Muitas vezes não é fácil contrariar nossa vontade para seguir a vontade de Deus. Isso inclui abrir mão de coisas que, para nós, parecem valiosas, mas que, na verdade, podem ser armadilhas lançadas contra nossas vidas. Na dúvida ou na certeza em nossos corações, busquemos a Palavra de Deus para que, enfim, estejamos certos de como proceder para agradar ao Pai e para sermos verdadeiramente felizes.

“Tenho grande alegria em fazer a tua vontade, ó meu Deus; a tua lei está no fundo do meu coração.” (Salmos 40:8).

Autoria: Grupo Candeia da Palavra. Colaboradora: Sara Barroso (conheça mais:https://www.facebook.com/#!/groups/425694164155202).

Candeia da Palavra

  • Descomplicando a Palavra de Deus
  • 3.136 membro

A CÂMARA MUNICIPAL DE BARAÚNA E SUA CONSTELAÇÃO DE PARTIDOS

28 de outubro de 2014 at 22:20

NA Casa do Povo de Baraúna temos uma constelação de partidos, vejam: Flávio Mathias SLD, Tertinho PMN, FÁTIMA DE JUREMAL PROS, RUBERLÂNDIO QUEIROZ PT, DAVID ROMÃO PDT, MANINHO E JOÃO PMDB, MAS MANINHO VAI DE PRÓS NA PRÓXIMA ELEIÇÃO, ROVERTÃO É PR E GISELE É PR VERDE, sendo assim temos uma salada partidária, como nenhum dos vereadores vão se eleger sozinhos, eles precisam fazer alianças entre seus partidos e também conseguir candidatos a vereador chamados esteira, vai ser uma operação dificil, João Fiscal que foi esteira diz que não vai de PR, Neusa diz que não, Arimateia diz que não de PMN e assim vai, ainda tem o amigo que é do PV, 2016 promete, os vereadores têm muitos votos e seus votos vão prejudicálos nas alianças, e ainda tem Divanise no PSD, mas isto só será resolvido em 2016 e se até a reforma política proibir as coligações proporcionais, ai o bicho vai pegar, vão pagar para as esteiras se candidatarem, tenho dito.

O PT DE BARAÚNA NÃO PODE FICAR APOIANDO O GOVERNO DO PMDB

28 de outubro de 2014 at 21:39

O presidente do PT de Baraúna, Antonio Lisboa deve analisar a campanha de 2014, em Baraúna o PMDB ficou contra a candidatura de Dilma, mandou votar em Aécio, ficou contra a candidatura de Fátima, votou em Vilma, além disso o PT fechou com um grupo que bateu duro na prefeita Luciana Oliveira PMDB, durante 2 meses e o vereador Ruberlândio do PT, ouviu os discursos dos oradores do grupo e o seu silêncio sobre as críticas administração municipal,  foi um recado a Gilson Professor, teve um dia que Ruberlândio disse que qualquer pressão que fosse feita pela prefeita, ele entregava os cargos, soube que Gilson pretende demitir as indicações de Ruberlândio, se Ruberlândio, ouviu as críticas dos vereadores: Flávio Mathias, Nenen do Juremal, Divanise Oliveira e Tertinho e calou na frente do povo, como vai agora na Casa do Povo fazer a defesa da sua prefeita que não fez na rua, Ruberlândio você não pode servir a dois senhores e já serviu á democracia quando aceitou como verdadeiras as críticas que seus pares fizeram a administração do PMDB, é uma  ida sem volta, do contrário vai ficar difícil sua sobrevivência política com posições dúbias, companheiro venha para oposição, você poderá na oposição ser o próximo presidente da Casa do Povo, é uma questão de montar no cavalo selado. tenho dito.

NOTA FALSA

28 de outubro de 2014 at 20:55

Prefeito de Mossoró é surpreendido com nota falsa publicada em seu nome

O prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior, foi surpreendido nesta terça-feira, 28, com uma nota falsa publicada em um blog do Seridó. A publicação foi feita como se ele tivesse escrito para o blogueiro, dando informações sobre seu futuro político e tentando criar caso com outras lideranças políticas de Mossoró. O problema é que o prefeito não mandou nota nenhuma nem sequer falou com o blogueiro por telefone.

Francisco José Júnior pediu, através de sua assessoria, direito de resposta, que foi concedido, e esclareceu o fato. Ele disse ainda que refuta tal prática que, no caso específico, fere o artigo 299 do Código Penal, o qual prevê “reclusão de um a três anos e multa, se o documento é particular” para quem “(…) inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante”.

Para evitar a repetição deste crime, o prefeito Francisco José Júnior se coloca à disposição de todos os jornalistas para conversar sobre qualquer assunto administrativo ou político.

Quanto às inverdades publicadas, Francisco José Júnior esclarece que, embora não seja momento de falar em eleição municipal, não haverá impedimento jurídico para ele tentar a reeleição, caso seja essa a sua vontade. Sua assessoria jurídica encontrou pelo menos 11 jurisprudências

do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que abrem precedentes para isso.

No mais, Francisco José Júnior diz que é hora de seguir firme no trabalho administrativo que iniciou em Mossoró desde que assumiu a Prefeitura. Para isso, todo o esforço será feito para trabalhar em conjunto com qualquer liderança que queira ajudar no desenvolvimento de Mossoró. Bem como, acredita que com Robinson, governador, Fátima, senadora, e a presidenta Dilma, ficará mais fácil lutar pelas ações macro que ajudarão Mossoró a crescer ainda mais.

NOTA DO BLOG BARAUNANOTÍCIA

ESTE EPISÓDIO SERVIU APENAS PARA TODOS SABEREM QUE O PREFEITO É CANDIDATO A REELEIÇÃO E DEPOIS DE TANTAS VITÓRIAS EM MOSSORÓ, UM FORTE CANDIDATO EM 2016

PORTAL DA AL DO RN

28 de outubro de 2014 at 20:47

Fernando Mineiro parabeniza vencedores das eleições

Deputado também faz homenagem aos servidores públicos por seu dia

NOTÍCIA EM 28/10/2014VER MAIS

O RN VOTOU CERTO: DILMA, ROBINSON E FÁTIMA BEZERRA E BARAÚNA ACOMPANHOU E POR ISTO AS OBRAS DE BARAÚNA VAI SAIR

28 de outubro de 2014 at 20:32

Fátima Bezerra afirma que Robinson Faria vai receber ajuda do Governo Dilma

Senadora eleita promete interceder junto à gestão petista para trazer recursos para o governo do PSD

FATIMA-E-DILMA

Alex Viana

Repórter de Política

A senadora eleita Fátima Bezerra (PT) afirmou que, como representante do Estado no Senado, irá interceder junto ao governo federal para articular parcerias com o governo Robinson Faria (PSD). Prometendo ser uma senadora incansável na defesa do Estado em Brasília, a petista pretende ainda ampliar a atuação do campo exclusivo da Educação, para atuar também nas áreas de Segurança e Saúde.

“Também estarei à disposição do nosso governador Robinson para, no Senado, interceder junto ao governo Dilma e articular parcerias que resultem na melhoria das condições de vida do povo potiguar. Meu propósito é o de sempre, o de somar esforços e contribuir com muito trabalho para que o nosso Estado viva cada vez mais dias melhores”, afirmou a petista esta manhã, em entrevista a O Jornal de Hoje.

Ao avaliar o resultado das urnas, a senadora eleita disse que as vitórias da presidenta Dilma Rousseff e do governador Robinson Faria revelam o sentimento dos brasileiros de avançar ainda mais no País e, no caso dos potiguares, de fazer com que o Estado entre no trilho do desenvolvimento nacional.

“A maioria dos brasileiros disse sim ao projeto de desenvolvimento econômico sustentável, com inclusão social, geração de empregos, distribuição de renda e defesa dos interesses nacionais, ocorrido nos últimos 12 anos”, disse a petista.

Enquanto senadora, Fátima Bezerra expressou o sentimento de que os brasileiros e os potiguares podem esperar a continuidade do trabalho que permeou os 12 anos de sua vida pública de deputada federal e os oito de deputada estadual. “Dedicarei-me com a mesma seriedade e comprometimento”, frisou.

No Senado, a líder petista declarou que será uma parceira da presidenta Dilma Rousseff (PT) em favor da continuidade dos avanços na área social, de melhorias em saúde, segurança e desenvolvimento regional. “Vou me dedicar com afinco nos debates das reformas política e tributária, esta última um passo importante para o realinhamento do pacto federativo”.

2016

Sobre as eleições de 2016, onde o nome do deputado estadual Fernando Mineiro (PT) desponta como natural no processo de sucessão do prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT), Fátima afirmou que está cedo para discutir. Para a senadora eleita, o momento é de encarar os problemas de nível estadual.

“O deputado Fernando Mineiro é um grande parlamentar, comprometido, um quadro qualificado do PT, e muito nos honraria tê-lo como nosso representante em qualquer disputa eleitoral. Mas, como ele próprio falou, o momento agora é de enfrentar os desafios no plano estadual e ajudar o futuro governador a realizar uma gestão eficiente e que melhore de verdade a vida dos potiguares. 2016 vamos falar no momento certo”, declarou.

Fernando Mineiro: “Com Robinson, temos tudo para iniciar uma nova jornada política no RN”

O coordenador da campanha de Robinson Faria (PSD) em Natal, deputado estadual reeleito Fernando Mineiro (PT), afirmou hoje que o resultado das urnas significa renovação política no Rio Grande do Norte. “Para mim, está claro: aqui no Estado significa renovação, mudanças, e acreditar que é possível fazer outro tipo de política no Estado”, afirmou o petista. “Temos tudo agora para iniciar uma nova jornada no Estado, atentos para a demanda da sociedade”.

Segundo Mineiro, no RN se concretizou o que ele vinha prevendo e falando: a sociedade potiguar clama por melhorias e mudanças no rumo da política, e enxergou na candidatura do Robinson esse caminho, diante do esgotamento da política mais tradicional. “Tenho expectativa positiva em relação ao governo Robinson, assim como a vitória dele foi graças à participação dos mais diversos setores da sociedade, envolvendo principalmente a juventude. Minha expectativa é que o governo seja com participação, ouvindo e atento a essas demandas”, observa.

Sobre a virada de Robinson em Natal, maior colégio eleitoral do Estado, onde Robinson obteve 15 mil votos de maioria sobre Henrique, Fernando Mineiro credita à política de convencimento empreendida. “Não só em Natal, mas no Estado, houve disputa de rumos e reflexo do esgotamento dessa política mais tradicional”.

O petista aponta para a necessidade de um governo que dialogue e que tenha transparência e atitude aberta para com a sociedade. “Dificuldades para governar sempre existirá. Mas o principal é ter uma atitude aberta com a sociedade, porque isso supera as dificuldades. Se dividir o ato de governar, sendo aberto à sociedade, ajudará a ser menos difícil”.

Como uma das vozes do PT no Rio Grande do Norte, Mineiro disse que o governo Dilma Rousseff (PT) vai buscar ter uma relação republicana com o Estado administrado por Robinson Faria. “De todas as críticas que se possa fazer ao presidente Lula e a Dilma, nunca ouvi dizer que houve discriminação a A ou B. Mas vai depender da capacidade de apresentar projetos, planejar o governo e correr atrás de parcerias com o governo federal e com os municípios, para poder somar forças e enfrentar as demandas do Estado”.

Sobre a vitória de Dilma Rousseff sobre Aécio Neves, Mineiro avalia que o povo sinalizou nacionalmente para o caminho do aprofundamento das mudanças da consolidação daquilo que está correto e para a necessidade de ajustar aquilo que está dando errado. “Acho que foi uma eleição muito importante na historia política do Brasil. Nunca houve uma mobilização tão densa. Em torno dos dois candidatos, diga-se de passagem. A despeito das baixarias, e polêmicas, o Brasil precisa manter o grau de participação. Eu torço para que a discussão não se reduza apenas ao período eleitoral. Pois é preciso ter participação mais intensa da sociedade nos rumos do país. E a eleição foi uma oportunidade para mostrar isso”, frisou.

HENRIQUE SÓ RECEBEU A SOLIDARIEDADE DOS PRIMOS GARIBALDI E WALTER ALVES

28 de outubro de 2014 at 13:12

VITÓRIA – Túlio Lemos

Com uma maioria de quase 150 mil votos, Robinson Faria foi eleito governador do RN de forma inquestionável e até, para alguns, inacreditável. Foi a vitória da humildade contra a soberba. Dois palanques completamente diferentes e até desproporcionais. A mega estrutura desmoralizou os grandes líderes com uma derrota inimaginável.

TRANSFERÊNCIA

Henrique contava com mais de 130 prefeitos, elegeu 18 dos 24 deputados, os três senadores, 6 ex-governadores e uma infinidade de lideranças. Porém, a força política não conseguiu envolver o eleitor e a transferência de votos não aconteceu, provocando a derrota.

NATAL

O maior colégio eleitoral do Estado também derrotou Henrique. Na verdade, o prefeito Carlos Eduardo foi o grande derrotado. O marido de Laurita contava com 26 dos 29 vereadores, o prefeito e a vice-prefeita. Robinson não dispunha de lideranças expressivas na capital. Tirou a maioria de 35 mil votos do primeiro turno e aplicou uma vantagem de 13 mil votos no segundo turno.

ERRO

A estratégia do prefeito Carlos Eduardo mostrou-se totalmente equivocada. Se tivesse apoiado a candidatura de Robinson, seria o pai da vitória na capital e poderia garantir sua reeleição. Optou pela reaproximação com a banda da família que tentou lhe derrotar e teve que engolir uma derrota dentro de casa, comprometendo seu futuro.

CANDIDATURA

O grupo político que nasceu da vitória de Robinson e Fátima, deverá apresentar como candidato a prefeito de Natal, o deputado estadual reeleito Fernando Mineiro. Ou seja: a reeleição de Carlos Eduardo não será tão tranqüila como ele gostaria.

LAPADA

O deputado estadual Getúlio Rêgo comprou a briga com o prefeito de Pau dos Ferros, Fabrício Torquato e saiu nocauteado. Disse que Henrique daria uma ‘lapada’ de votos em Robinson e desqualificou a força do prefeito. Foi desmoralizante para Getúlio e seu filho Leonardo a derrota acachapante em seu principal reduto. Falou demais e teve que engolir o fortalecimento da liderança de Fabrício.

JURÍDICO

O departamento jurídico da campanha de Robinson Faria tem muito o que comemorar. Deu um nó na campanha de Henrique e ainda conseguiu preciosos minutos no programa do adversário justamente nos últimos dias da campanha. Henrique terminou a campanha sendo chamado de mentiroso pelo judiciário potiguar. Bons advogados fazem a diferença.

MARKETING

O marketing da campanha de Robinson também saiu no lucro. Conseguiu explorar as fragilidades do adversário sem recorrer a mentiras e soube dosar a intensidade das pancadas. O efeito veio das urnas, coroando a vitória do trabalho do publicitário João Maria Medeiros.

MAIORIA

O jovem prefeito de Mossoró, Francisco José Jr., consolidou definitivamente sua liderança no maior colégio do interior do RN. Ainda no primeiro turno, Henrique esteve com 20% de vantagem sobre Robinson; o prefeito tirou a vantagem do adversário e deu uma maioria de 23 mil votos a Robinson.

MAIORIA II

No segundo turno, o prefeito Francisco José Jr. conseguiu ampliar a vitória de Robinson em Mossoró para quase 50 mil votos. Reescreveu a história da Capital do Oeste sem precisar do respaldo das oligarquias locais. A vitória maiúscula de Robinson em Mossoró sinaliza para a reeleição do prefeito.

PESQUISA

O Ibope cravou o resultado da última pesquisa para governador do RN. No sábado, o instituto revelou vantagem de 8 pontos para Robinson. As urnas apontaram maioria de 8,84%. A Certus errou feio ao apostar no empate técnico.

FORO

A derrota de Henrique lhe deixará sem mandato e sem foro privilegiado. A partir de janeiro, vai ter que se deparar com o juiz Sérgio Moro, que está com o processo originado da delação premiada do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, o mesmo que citou o nome de Henrique como beneficiário do recebimento de propina.

VISITA

A derrota é órfã e Henrique sentiu na pele a ausência de solidariedade daqueles que o acompanharam na campanha. Após ser oficialmente derrotado por Robinson, apenas os primos Garibaldi Filho, Walter Alves e Carlos Eduardo o visitaram. De fora da família, apenas Cláudio Porpino. Se tivesse sido eleito, a Arena das Dunas ficaria pequena para receber os cumprimentos.

Compartilhar:

 

ROBINSON EM MOSSORÓ

28 de outubro de 2014 at 12:45
Caro jornalista,

Contamos com seu apoio na divulgação das informações abaixo. O crédito das fotos é de Rayane Mainara.

Assessoria de Comunicação

Marília Rocha

(84) 9929 7810

Zhamara Mettuza

(84) 8113 2134

Robinson comemora vitória na tradicional descida do Alto de São Manoel em Mossoró

 

Os mais de 79 mil votos livres e corajosos dos mossoroenses foram comemorados pelo governo eleito do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD) na tradicional descida do Alto de São Manoel. Ao lado do prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD), do vice-governador eleito Fábio Dantas (PCdoB), Robinson agradeceu a multidão pelos votos e se emocionou.

“Entregamos a nossa campanha a vocês e vocês acreditaram e nos deram a vitória nas urnas. Vamos retribuir cada voto dado em Mossoró ao nosso 55! Retribuir com muito trabalho e benefícios para a população. Contem com esse homem batalhador que é Francisco José na Prefeitura, com os nossos deputados estaduais e federais, com Robinson no governo, com Fátima no Senado, com Dilma na Presidência do Brasil”, destacou Robinson.

No segundo turno, Robinson recebeu a confiança de mais de 79.619 mil eleitores, que representa 71,66% dos votos válidos, ampliando a diferença para o segundo colocado em mais de 48 mil votos.  “Eu sempre disse que nossa vitória começava por Mossoró, na terra da liberdade. Hoje a minha palavra é de agradecimento aos eleitores e de compromisso: iremos trabalhar dia e noite por melhorias para Mossoró e para o nosso Rio Grande do Norte”, destacou Robinson.

A festa do 55 foi comemorada também pelo deputado federal Fábio Faria (PSD), pelo deputado eleito Betinho Rosado Segundo (PP), pelo deputado estadual Galeno Torquato (PSD), pelo prefeito de Assú, Ivan Júnior (Pros), pelo prefeito de Pau dos Ferros, Fabrício Torquato (DEM), lideranças e amigos da região.